Consultor

 

Nutrição

 

Uma alimentação equilibrada é extremamente importante no caso de um intestino irritado.

 

Além da terapia com Kijimea® Cólon Irritável PRO, os pacientes devem também ter atenção às refeições. Se a barreira intestinal estiver danificada, o intestino pode reagir de forma sensível a determinados alimentos e hábitos alimentares. Por isso, recomendamos:

As mais recentes descobertas científicas mostram que os chamados FODMAPs - entenda-se, hidratos de carbono fermentáveis e substitutos de açúcar - podem provocar danos e irritação da barreira intestinal. Pessoas que têm um intestino sensível e irritado, frequentemente, reagem de forma mais intensa a determinados alimentos que possuem uma elevada percentagem de FODMAPs.

Portanto, esses alimentos devem ser evitados ao máximo. Aqui encontra-se uma lista compreensiva com alimentos adequados e não adequados. Na nossa rubrica “Serviços” encontra-se também deliciosas receitas que possuem um baixo conteúdo de FODMAPs.

Nutricao

Coma devagar e tranquilamente
Tire o tempo necessário para as suas refeições. Mastigue bem cada dentada. Procure evitar engolir muito ar enquanto come. Pacientes com intestino inflamado possuem, frequentemente, problemas em digerir porções maiores. Se houver demasiados alimentos no trato digestivo ao mesmo tempo, os típicos problemas intestinais podem ser desencadeados. Durante o dia, faça diversas refeições mais ligeiras para sobrecarregar menos o estômago e o intestino.

Preencha um diário sobre a sua alimentação
Um diário alimentar pode ajudá-lo a descobrir quais alimentos lhe provocam maiores problemas intestinais. Registe os seus hábitos alimentares e quaisquer problemas intestinais que ocorram. Conheça o seu corpo e as suas reações. Assim, você poderá identificar correlações que lhe permitirão alterar a sua dieta em conformidade. Aqui encontra-se um modelo para o seu diário alimentar que pode descarregar gratuitamente.

Beba muitos líquidos
Beba o suficiente, cerca de dois litros por dia. Pois, especialmente com diarreia, é importante uma ingestão suficiente de líquidos, uma vez que o corpo perde muito líquido. Recomenda-se particulamente água mineral sem gás ou pouco gaseificada, chás de frutas e de ervas. Evite o café ou bebidas similares que contenham cafeína, bem como álcool. Bebidas muito gaseificadas como os refrigerantes são também inadequadas, pois podem causar flatulência.

Exercício

Uma recomendação adicional para pacientes com problemas intestinais recorrentes:

Exercicio

Certifique-se de fazer exercício regularmente. O exercício regular promove também os movimentos intestinais. A atividade desportiva pode ter o mesmo efeito no intestino que uma massagem. Inclua mais exercício no seu dia-a-dia.

Por exemplo, benéficos para um intestino irritado podem incluir:

  • Passeios para promover o fluxo digestivo
  • Andar de bicicleta
  • Correr
  • Nadar
  • Ginástica
  • Yoga
  • Caminhadas

Relaxamento

Alguns estudos científicos concluíram que o stress também pode agravar problemas intestinais recorrentes.

O stress agudo demonstrou provocar alterações no trato gastrointestinal. Isso deve-se, acima de tudo, às alterações provocadas pelo stress (emocional) na libertação de hormonas e aumento da produção de ácido gástrico. Por isso, recomendamos aos pacientes com problemas intestinais recorrentes como diarreia, dores abdominais ou flatulência que criem, conscientemente, fases de relaxamento. Certifique-se de gerir o stress de forma eficaz e, se possível, procure fazer pequenas pausas para relaxar.

Para ajudá-lo com isso:

  • Exercícios gerais de relaxamento
  • Relaxamento muscular progressivo
  • Treino autógeno
  • Yoga
  • Tai Chi
  • Qi Gong
  • Sono suficiente e, de preferência, regular
Relaxamento